Buscar

Regiões de Fazendas de Café no Brasil




Alguns dos cafés mais populares do mundo têm origem na América do Sul e talvez nenhum país da região o faça melhor do que o Brasil. Hoje, o país produz de 40 a 60 milhões de safras anuais e também é conhecido por ser o maior exportador mundial de café solúvel.

O café brasileiro geralmente é exportado das seguintes formas:

  • Café verde

  • Café torrado e moído

  • Café solúvel

  • Extratos concentrados / essenciais

  • Resíduos de café

O café cultivado no Brasil é predominantemente da variedade Arábica, respondendo por cerca de 80% da safra total. A temporada de colheita vai de maio a agosto.

O Brasil produz cerca de 25% da oferta mundial de café. Os maiores compradores internacionais do café brasileiro (em ordem decrescente) são Bélgica, Japão, Itália, Estados Unidos e Alemanha. O Brasil não só é o maior exportador de café, como também está entre os países que mais bebem café.

As características do país, tornam o Brasil ideal para o cultivo de café. Quase todo o país encontra-se na zona tropical. Seu clima relativamente estável, principalmente quente e úmido (que varia de tropical a temperado), juntamente com seus solos ricos, fazem com que as condições sejam excelentes para a lavoura de café.

Principais regiões de culturas de café no Brasil

O Brasil está dividido em 26 estados, e metade possui plantações ou fazendas de café. Mas a maior parte do café é cultivada na região sudeste do país, composta por cinco estados - Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

MINAS GERAIS

Minas Gerais é, de longe, o grande estado que mais produz café no Brasil, quase metade da produção de café do país inteiro está baseada nele. Solos ricos e altitudes mais elevadas nesta região a tornam perfeita para o cultivo dos cafés especiais mais famosos do país. As variedades cultivadas aqui incluem Catuaí (e Catuaí Rubi), Obatã, Icatu e Mundo Novo.

Minas Gerais possui quatro grandes regiões produtoras:

  1. Cerrado de Minas - A primeira região do país que recebeu o status de Denominação de Origem (Cerrado Mineiro), título que equivale ao café de uma famosa região vinícola. A região possui altitudes mais elevadas (800 a 1.300 metros), verões úmidos e invernos amenos/secos, que permitem a produção de cafés especiais de alto padrão. Os cafés cultivados aqui são mais ácidos e geralmente menos doces.

  2. Chapada de Minas - A paisagem da Chapada de Minas é diversa, com vales muitas vezes subdividindo as áreas de altitude da região. A produção mecanizada é comum em toda a região, e algumas das variedades cultivadas aqui incluem Catuaí e Mundo Novo.

  3. Matas de Minas - Situada na Mata Atlântica, as temperaturas são quentes, úmidas e a paisagem da região é bastante irregular. A região também está se tornando conhecida por sua grande produção de cafés especiais. As variedades cultivadas aqui costumam ser doces, transmitindo notas de chocolate ou caramelo.


Sul de Minas - Sul de Minas tem altitude média de cerca de 1000 metros e temperaturas amenas. Essa combinação permitiu que a região se tornasse um destaque da indústria dentro do estado de Minas Gerais - apesar de ser cultivada principalmente em fazendas menores, 30% do café do país é produzido no Sul de Minas. O sabor da maioria dos cafés cultivados no sul de Minas consiste em um aroma mais frutado, um toque cítrico no paladar.


#BlogKinagro #Agro #Agronegocio

0 visualização0 comentário