Buscar

Disponibilização de fósforo pelos microrganismos megaterium e subtilis.




Os microrganismos desempenham um papel fundamental no ciclo do fósforo no solo e podem converter o fósforo insolúvel em uma forma solúvel que pode ser absorvida pelas plantas. Adicionar inoculantes contendo esses microorganismos pode acelerar a liberação de fósforo orgânico ou inorgânico indisponível para a rizosfera e enriquecer biologicamente o solo.

Dentre os microrganismos promotores do crescimento vegetal, destaca-se o gênero Bacillus, um grupo de bactérias Gram-positivas amplamente distribuídas no meio ambiente, com cerca de 360 espécies, com características fisiológicas, metabólicas e fenotípicas. Diferentes espécies desse gênero têm sido relatadas como potenciais promotores de crescimento de plantas devido às suas propriedades multifuncionais, como solubilização de fosfato, produção de sideróforos quelantes específicos de íons de ferro e controle biológico de patógenos de plantas.

Além disso, inoculantes contendo cepas de Bacillus são considerados mais estáveis no ambiente, pois podem formar endósporos e, portanto, se adaptar a condições abióticas extremas, como temperatura, pH ou exposição a pesticidas. No entanto, nem todas as cepas de Bacillus têm as mesmas características.

De acordo com resultados de laboratório e casa de vegetação, as cepas B119 (Bacillus megaterium) e B2084 (Bacillus subtilis), que podem solubilizar e mineralizar fósforo e promover o crescimento das plantas, foram selecionadas para a recomendação de inoculantes industriais.

Segundo um estudo feito pela Embrapa em parceria com a empresa Bioma, os testes iniciais com esses microrganismos tiveram resultados extremamente positivos. Observaram uma alta produtividade, de cerca de mais de 10 sacas de milho por hectare. Já de soja, foram de cinco a sete sacas. Segundo Christiane Paiva, a economia gerada com o uso do produto é um dos pontos mais positivos. Ele vai custar cerca de uma saca de soja. É muito pouco para uma série de benefícios que poderá gerar, compara.

Sendo assim, a solução para o desperdício de fósforo acumulados na planta, essa nova tecnologia irá ajudar a reduzir os custos e danos causados ao meio ambiente.


#BlogKinagro #Agro #Agronegocio

24 visualizações0 comentário